segunda-feira, 29 de Maio de 2017

 


Incentivos aos médicos para trabalhar nas Urgências






Para colmatar as carências de médicos nas urgências, várias unidades de saúde em Coimbra e Lisboa estão a tentar reforçar a sua equipa de profissionais com salários mais atrativos.

Segundo o Diário de Notícias, vários hospitais recorreram a empresas de prestação de serviços para preencher ou alargar as escalas de urgência e no estão a oferecer até 42 euros à hora.

No dia 4, por ser segunda-feira e uma data tão próxima da passagem de ano, espera-se que a afluência às urgências seja grande e se os médicos quiserem fazer um turno de 24 horas o valor a receber chegará aos mil euros.

Há também hospitais a tentar contratar médicos de família, oferecendo pagamentos que podem chegar ao triplo do habitual, medida que desconforta o presidente Associação Portuguesa das Unidades de Saúde Familiares.

Quando em 1982 foi criada a carreira dos médicos de família esta trouxe uma grande vitória, que foi permitir que os médicos se dedicassem a cem por cento  ao seu ficheiro de doentes, disse João Rodrigues.

O também membro do Sindicato dos Médicos da Zona Centro disse ainda que já foi enviado um pedido de esclarecimento ao ministro da Saúde sobre o caso.

economico.sapo.pt, 20160105
http://economico.sapo.pt

Referências

  1. Governo lança novo modelo de organização da atividade assistencial no âmbito do Serviço Nacional de Saúde
  2. Ministério cria grupo coordenador da Urgência Metropolitana de Lisboa